Saiba como Economizar com a Manutenção Preventiva de Equipamentos Médicos

Saiba como Economizar com a Manutenção Preventiva de Equipamentos Médicos

Como fazer a manutenção preventiva de equipamentos hospitalares?
Sem dúvidas, o setor de saúde é um dos segmentos que mais precisam investir em manutenção preventiva. Afinal, o atendimento dos pacientes, os diagnósticos precisos e os tratamentos dependem, em grande parte, do bom funcionamento de sistemas e equipamentos.
Contudo, os serviços de manutenção nem sempre são vistos com a importância que merecem. Como é de se imaginar, as consequências da falta de manutenção preventiva são:

· Falhas nos aparelhos e sistemas;
· Problemas de desempenho nos equipamentos;
· Paralisações de atividades;
· Riscos desnecessários, que poderiam ser evitados facilmente.

Sem contar a importância da manutenção preventiva diante das vidas que estão em jogo por conta do bom ou mau funcionamentos dos equipamentos.
Quer prevenir falhas e reduzir riscos nas clínicas e hospitais? Então, acompanhe o nosso post e saiba como manter o local funcionando perfeitamente!

Como fazer a manutenção preventiva de equipamentos médicos?
Desenvolver uma política de manutenção preventiva permite que todos os equipamentos sejam monitorados dentro do prazo adequado a cada um deles. O que vai eliminar ou minimizar significativamente o número de imprevistos e falhas.
Mas como colocar a estratégia em prática? Veja agora o passo a passo para fazer o gerenciamento dos equipamentos:

Mapeie os equipamentos com anotações completas sobre aspectos como localização, vida útil, condição atual e tempo de operação;
Faça auditoria das máquinas para saber se, por exemplo, uma troca de equipamento seria mais vantajosa. Levante também o custo necessário para manter as máquinas, se os equipamentos atuais estão sobrecarregados, entre outras informações que favoreçam a tomada de decisão;
Avalie a equipe responsável pela manutenção preventiva da sua clínica ou hospital. Se for necessário, faça contratações mais assertivas ou pesquise uma empresa especializada;
Comece a traçar a estratégia de manutenção preventiva. O planejamento deve conter responsáveis, periodicidade, como será a emissão de ordens de serviços, entre outros;
Determine as tarefas para cada responsável pelos equipamentos;
Crie uma rotina de visitas e inspeções das máquinas;
Mantenha as documentações, como guias das máquinas, histórico de manutenções e ordens de serviço, organizadas e atualizadas;
Certifique-se de que os colaboradores, contratados ou terceirizados, estão atualizados com as melhores práticas da manutenção preventiva para a área da saúde;

Faça auditorias periódicas para analisar se os processos são realmente eficazes e para otimizar etapas, caso seja necessário.

Precisa de ajuda para fazer a manutenção preventiva?
Para ter um serviço de manutenção preventiva de alta performance, as empresas de saúde podem contar com o apoio especializado da GSI Medical.
Atendemos a mais de 2 mil leitos hospitalares, em mais de 200 instituições de saúde em todo o Brasil, com o objetivo de garantir maior segurança e eficiência em serviços para clínicas e hospitais.
Pensando nisso, oferecemos serviços de manutenção preventiva e corretiva para instituições de todos os portes. O que proporciona mais eficiência e produtividade dos equipamentos e minimiza riscos e problemas.

Quer saber como a GSI Medical pode auxiliar sua clínica ou hospital a realizar uma manutenção preventiva econômica, eficiente e assertiva? Entre em contato conosco agora mesmo!

Compartilhar esta Notícia

Comentário

Assine nosso Newsletter e receba nossos informativos periodicamente.